sexta-feira, 16 de julho de 2010

O que chamam de idealização

Será que é muito pedir que seja real? 
Há quase dez anos ele me corrói por dentro. Suga cada indício de felicidade conjugal. Mata minha esperança, minha fé. E a cada ressaca em sonho vem lembrar do seu domínio sobre mim. Se ao menos o corpo fosse real, se ao menos eu pudesse tocá-lo...
Peço que vá e me deixe viver. Quero tirar esse fardo das minhas costas, quero sorrir sem lembrar do seu rosto. Mas minha carência pede que fique. Que não me deixe só, que seja meu, em mim, que ame demais e até a mais. Não quero me livrar da doçura da sua imagem. Faça do meu corpo um conceito, me transforme. 
Eu quero ser o que você é.

3 comentários:

j.newlands disse...

Adoro esse. Gostei mais ainda quando soube o significado :]

Anônimo disse...

mas ele é você... em parte.





ass: ervilha

Amador Antonio disse...

Seu texto mexeu comigo. Fiquei com medo de você agora.
Poucas pessoas mexem comigo assim. hahuhauhauhuahuaa